Quem Somos
Associação de Diabéticos de Juiz de Fora

Nossa experiência com um movimento Associativo de Diabetes.

Apesar do grande progresso alcançado no estudo dos diversos aspectos da doença, os problemas que afligem o diabético permanecem basicamente os mesmos. O controle adequado do distúrbio metabólico exige o seguimento de uma dieta minuciosa, exercícios físicos, a administração ininterrupta de insulina ou outros medicamentos orais em doses variáveis, monitorização e, sobretudo, A EDUCAÇÃO DO PACIENTE.

A saúde do diabético está, acima de tudo, em suas próprias mãos e depende de uma perfeita compreensão de seu tratamento, do cuidado e da persistência com que for o mesmo conduzido.

Com a finalidade, pois, de EDUCAR e de SOLIDARIZAR os pacientes surgiram as chamadas ASSOCIAÇÕES DE DIABÉTICOS.

No Brasil, a iniciativa pioneira coube ao Dr. Mariano Ferraz, um diabético e ilustre Industrial Paulista, que se entusiasmou com a idéia e com o auxílio de Luciano Décourt e outros fundou em São Paulo, em l956, a ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DIABÉTICOS.

Igualmente convencidos do alcance de uma entidade dessa natureza, fundou-se em 11 de junho de 1959, em JUIZ DE FORA , a ASSOCIAÇÃO DE DIABÉTICOS DE JUIZ DE FORA. Com a iniciativa do Dr. Dager Moreira Rocha, que inspirado nas lições de um grande mestre de renome nacional e internacional, Prof. Dr. José Prócopio do Valle, organizou-se, um serviço de Assistência ao Diabético, uma associação de diabético local, que foi a primeira em Minas Gerais e a quinta no Brasil. A Assembléia Geral de Fundação da Associação de Diabéticos de Juiz de Fora, realizou-se na sede da Sociedade de Medicina e Cirurgia.

A princípio, a Associação usou como sede a própria Sociedade de Medicina, depois passou para uma sala cedida graciosamente no Edifício Clube Juiz de Fora. Já com mais recursos, sub- locou- se uma sala no Edifício da Caixa Econômica Federal. Passados alguns anos transferiu - se para uma sala maior na Rua Marechal Deodoro, também alugada. E, graças à generosidade de um grande colaborador, obtivemos instalações maiores e mais condignas, no Edifício das Clínicas e finalmente a nossa última mudança foi para sede própria, na década de 1970 cujo terreno foi doado pelo prefeito em exercício, Dr. Saulo Moreira e construída com a ajuda decisiva do LIONS CLUBE e a colaboração de muitos simpatizantes, tornando possível a concretização da obra.

Graças ao esforço e à boa vontade de todos, diretores, funcionários, associados e colaboradores, a Associação vem alcançando os objetivos desde sua fundação: Orientar e auxiliar os portadores de Diabete seja qual for a sua nacionalidade, raça, sexo, categoria ou condição social, quer fornecendo - lhes meios de melhor conhecimento e debelação do Mal, quer facilitando a aquisição de medicação e dietética conveniente, em conformidade com os mais eficazes e modernos processos científicos, de que disponha a Medicina, neste setor.

Seguindo as orientações de órgãos, como a FENAD - Federação Nacional das Associações de Diabéticos, SBD - Sociedade Brasileira de Diabetes - e os parâmetros do Ministério da Saúde houve uma grande expansão das atividades da Associação, criando-se e desenvolvendo-se os seguintes serviços:

- Aumento do atendimento de médicos endocrinologistas e especialidades correlatas às complicações da Diabetes;
- Atendimento Laboratorial;
- Realização de projetos de pesquisas correlacionados à Diabetes;
- Modernização dos serviços burocráticos, ou seja informatização;
- Cursos formativos sobre Diabetes;
- Incremento de recursos para distribuição regular de insulina, seringas e hipoglicemiantes orais para os mais carentes;
- Serviços de assistência social, psicológica, nutricional;
- Distribuição de folhetos educativos, informando, instruindo e sobretudo estimulando os diabéticos;
- Grupos de Educação Continuada com o objetivo de conscientização;
- Evento anual do ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO DE DIABÉTICOS, em comemoração ao DIA MUNDIAL DO DIABÉTICO - 14 de novembro - com objetivo principal de reciclar conhecimentos, informações e troca de experiências para melhorar a qualidade de vida;
- Ambulatório do Pé Diabético e terceirização dos serviços de odontologia e angiologia.

Essas diretrizes são sempre revistas e atualizadas de acordo com o momento presente que estamos vivendo.

A Associação de Diabéticos de Juiz de Fora, hoje com 51 anos, conta em média, com 2500 sócios. Tendo em vista a população do município e das cidades vizinhas, esse número representa somente uma pequena parte do total de diabéticos que poderíamos amparar.

Uma tarefa dessa magnitude não poderia ser realizada sem dificuldades de toda espécie. Não têm nos faltado, entretanto, a compreensão e o esforço abnegado de inúmeros colaboradores. Temos recebido contribuições generosas de diabéticos mais afortunados e de Laboratórios de Produtos Farmacêuticos.

JUIZ DE FORA hoje é conhecida nacionalmente no meio médico por oferecer um dos melhores serviços de atenção aos diabéticos no Brasil. A cidade pode se orgulhar, pois, somos pioneiros nesse campo e um modelo para todo o País.

 
      © 2010-2014. Associação de Diabéticos de Juiz de Fora. Todos os direitos reservados.
Tecnologia

Associação de Diabéticos de Juiz de Fora

Associacao de Diabeticos de Juiz de Fora

Associação

Associacao

Diabéticos

Diabeticos

Juiz de Fora

Diabetes

Diabetes mellitus

Glicose

Açúcar

Sangue

Quem Somos Corpo Clínico Informativos Notícias e Eventos Contato Como Chegar Indique o Site